20°C 32°C
Patos, PB
Publicidade

Juíza determina prisão preventiva e policial acusado de matar vendedor em Patos vai para o Presídio Romero Nóbrega

No final da tarde deste sábado, sua prisão em flagrante foi convertida para prisão preventiva pela juíza. Henriques deve permanecer na enfermaria do presídio até nova decisão judicial

13/04/2024 às 23h51 Atualizada em 15/04/2024 às 20h13
Por: Genival Junior Fonte: Patosonline.com, com informações de Polêmica Patos
Compartilhe:
Juíza determina prisão preventiva e policial acusado de matar vendedor em Patos vai para o Presídio Romero Nóbrega

A juíza Dra. Isabella Joseanne Assunção Lopes de Souza, da 1ª Vara Mista de Patos, determinou que o policial civil Francisco de Assis Henriques Barbosa, conhecido como Henriques (foto à esquerda), que foi preso em flagrante pelo assassinato do vendedor Ewerton Elmo Camboim Lustosa, de 35 anos, mais conhecido por "Diral" (foto à direita), na madrugada deste sábado (13), tivesse sua prisão preventiva decretada.

O policial civil, lotado na 15ª Seccional, estava sob custódia na carceragem da Delegacia de Polícia Civil de Patos, no Bairro Belo Horizonte. No entanto, a magistrada ordenou sua transferência para o Presídio Procurador Romero Nóbrega, em Patos.

Após passar por exames e procedimentos médicos no Hospital Regional de Patos, o policial civil foi levado de volta à delegacia. No final da tarde deste sábado, sua prisão em flagrante foi convertida para prisão preventiva pela juíza. Henriques deve permanecer na enfermaria do presídio até nova decisão judicial.

O crime ocorreu na madrugada deste sábado, por volta das 01h11h, em frente a um bar no bairro Novo Horizonte, quando o policial civil teve uma crise de ciúmes ao ver sua ex-namorada com o vendedor Ewerton. Conforme as imagens do circuito interno de segurança, Henriques, disparou vários tiros à queima-roupa contra Ewerton Elmo, resultando em sua morte.

Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e a Delegacia de Homicídios e Entorpecentes (DHE) de Patos está conduzindo o inquérito policial. 

Ewerton era muito conhecido em Patos e trabalhava como vendedor em uma empresa, onde conquistou a admiração de colegas e clientes pela sua dedicação e simpatia. Ele residia no bairro Santo Antônio, era solteiro e deixa três filhos. 

Seu corpo está sendo velado na Central de Velórios Master Digna, localizada na Rua Horácio Nóbrega, em frente à Câmara Municipal de Patos, no bairro Belo Horizonte. Já o sepultamento está marcado para às 16h deste domingo (14) no Cemitério São Miguel, também no mesmo bairro.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Lenium - Criar site de notícias